terça-feira, 29 de dezembro de 2009

The Dream Hunters


"Um monge vivia em solidão, guardando o seu templo ao lado de uma montanha. O templo era muito pequeno, e o monge era um jovem monge e a montanha não era das mais bonitas ou impressionantes do Japão."

Assim começa a belíssima história contada por Neil Gaimen (famoso escritor de Coraline e Stardust) e fenomenalmente ilustrada em quadradinhos por P. Craig Russel.

O conto, sobre um jovem monge que vivia em paz no seu pequeno templo sem que nada a perturbasse, vê-se uma noite importunado por bizarras e misteriosas criaturas batendo-lhe à porta, fruto de uma aposta entre uma raposa e um texugo. No entanto, tendo perdido ambos, desistiram e voltaram às suas tocas.

Paralelamente, o Grande Senhor de uma aldeia próxima, que tinha de tudo para ser feliz, vivia a maior das infelicidades. O Grande Senhor tinha medo. Vivia amedrontado todos os dias da sua vida.

Procurando então por meios místicos acabar com a sua horrível sina, recorre à ajuda de três magas, que lhe explicam que a única maneira de viver sem medo e em paz seria matar um jovem monge que vivia feliz num pequeno templo, e que nada temia. No entanto, teria de o matar à distância e sem lhe causar dor. O Grande Senhor procedeu ao envio dos seus demónios com a finalidade de espiarem o monge, que por sua vez estavam a ser espiados pela raposa, que entretanto se apaixonara perdidamente pelo jovem monge.

Preocupada, a raposa conta ao monge o perigo que este corre, e os dois partem numa inesperada jornada em busca do rei dos sonhos, o único que poderia salvar o monge do destino que o Grande Senhor lhe reservara.

Uma banda-desenhada colossal, que ultrapassa as barreiras da nossa imaginação, num casamento perfeito entre a força da arte gráfica e a magia das palavras.

3 comentários:

djamb disse...

Olá, sou nova leitura d'O Livro Simples e queria dar os parabéns. Adoro o blog!
Boas leituras.

Rui Bastos disse...

Muitíssimo obrigado, continua a visitar^^

Arisu disse...

Obrigadíssima, djamb, continua a acompanhar-nos ;D