segunda-feira, 8 de julho de 2013

As Tumbas de Saint-Denis

Título: As Tumbas de Saint-Denis
Autor: Alexandre Dumas
Tradutora: Rebecca Naslausky

Opinião: Esta história de Dumas tem uma boa escrita; afinal, é Dumas. Mas não posso dizer que a tenha apreciado particularmente.

Não é um conto grande, mas consegue ter duas histórias completamente diferentes uma da outra e sem ligação que eu tenha conseguido captar. Quase como se fossem dois contos sobre a mesma situação, mas sem nada a ver um com o outro para além disso, e que foram agregados num só conto.

A destruição das tumbas, a profanação dos túmulos de antigos reis e rainhas está retratada de forma brutal e insensível, com corpos quase mumificados, ou praticamente só esqueletos, a serem atirados para uma vala comum. E no meio disto tudo um corpo que é tratado com todo o respeito, por ser o rei do povo.

Sinceramente, não é um mau conto, mas não o achei um bom conto. Entre aparições e destruição herética, o autor perde-se em descrições disto e daquilo, contando as duas histórias sem fazer uma ligação decente entre elas.

O resultado é um conto desconexo e confuso para o leitor, que não cativa por aí além, apesar da escrita bem trabalhada do autor.

2 comentários:

Ana/Jorge/Rafa/Júlia disse...

Sabes o que é que é bem fixe do Dumas?? xD

Jorge

Rui Bastos disse...

Dude, eu sei onde é que tu moras, cala-te xD