sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Green Lantern: No Fear

Título: Green Lantern: No Fear
Argumento: Geoff Johns
Arte: Carlos Pacheco, Ethan Van Sciver, Darwyn Cooke, Simone Bianchi


Opinião: Depois de um Rebirth que superou as minhas expectativas sem se tornar excepcional, este segundo livro de Green Lantern continua a não me fascinar.

A história é interessante, ou começa a ser, confesso. Mas o dilemas do Hal Jordan (o Green Lantern da capa) conseguem ser bastante aborrecidos. Põe a porra do anel e faz o teu trabalho!

De resto, é sempre agradável ver a mitologia dos Green Lantern a ser explorada, sem pudor em trazer outros heróis ao barulho. Por pouco que a noção de Green Lantern me diga, continuo a achar interessante saber a história por detrás de tudo isto.

E no fim, apesar de já ser mais lugar-comum que os lugares-comuns do costume, a parte mais interessante são os maus da fita. Um Black Hand completamente louco e com poderes sinistros, e um Hector Hammond mega cabeçudo e intrigante conseguem roubar a atenção, sempre que aparecem.

É que muito honestamente falando, há Green Lanterns muito mais interessante do que Hal Jordan. Quer dizer, em termos de história, toda a brincadeira do Parallax, e do Spectre, e de ressuscitar e o camandro, isso foi bom. Mas depois a personagem é fraquinha. Preferia seguir um Kilowog, o alien grandalhão que treina aspirantes a Green Lantern, por exemplo.

Enfim, eu já vinha com algum preconceito relativamente à personagem, isso não ajuda. Acabo por achar isto mediano... Mas!, a coisa até promete, se daqui para a frente isto estiver bem planeado e for avançando como deve ser. Veremos.

2 comentários:

Optimus Prime disse...

Este foi para o Hal redescobrir o novo dcu visto estar afastado.Para ler os outros Lanternas tens o Green Lantern Corps e o Hammond podes ler mais sobre ele em Secret Origin.Feliz natal.

Rui Bastos disse...

Obrigado, feliz natal!