Moi je e o QAENCEC

Olá bom dia. O meu nome é Rui Bastos (o moi je) e sou um dos co-fundadores do Que a Estante nos Caia em Cima (o QAENCEC), e actualmente o seu único contribuidor.


Eu

Além de ler e escrever as minhas opiniões por aqui, aproveito os tempos livres para estudar e tirar Engenharia Biomédica, no Instituto Superior Técnico. No tempo que sobra, escrevo outras coisas que não opiniões e faço malabarismos com as horas para me conseguir envolver em mais coisas do que é humanamente possível.

Podem conhecer outros escritos meus no projecto Entriangular, que mantenho em conjunto (e por agora adormecido) com duas amigas (loucas), no blog Vagamente Relevante, em artigos sobre a minha série favorita de sempre, Doctor Who, no site Whoniverso, e ainda na Camõesidades, uma coluna mensal sobre literatura portuguesa para a revista digital brasileira Nonata.

(sim, sou uma espécie de ultimate nerd)

Gosto praticamente de todos os géneros literários, de todas as formas e feitios, mas tenho uma paixão assolapada por epopeias e distopias, e costumo ler mais Fantástico do que outra coisa. O meu filme favorito é o May, mas não vejo tantos como gostaria, de séries já sabem, Doctor Who e tudo o que tenha uma boa história e boa qualidade.


Um pouco de história

A história deste blog não é longa, nem extraordinária. Algures em 2009, tinha eu 15 anos, conheci uma rapariga fantástica chamada Alice, que agora apelido carinhosamente de "a minha amiga louca de artes", e que na altura teve a ideia de criarmos este blog em conjunto.

A Alice foi uma das primeiras pessoas, se não mesmo a primeira, com quem falei seriamente de livros. Uma rapariga que lia e gostava tanto de ler como eu! Como é óbvio, achei a sua ideia excelente, e é graças a ela que este canto perdido da blogosfera nasceu oficialmente a 21 de Março de 2009. Falei eufalou ela e pronto, estava feito.

Tínhamos planos e projectos, a maior parte dos quais ficou pelo caminho, mas surgiram outros que vingaram. Houve ainda tempo para uma curta passagem de outra pessoa pela equipa, a Marina, em 2011. E foi entre alturas mais produtivas e alturas mais paradas, projectos e quase-projectos, mas sempre alguma actividade, que a Alice decidiu que era altura de sair. A 1 de Setembro de 2012 anunciei a sua saída, para se dedicar à faculdade e a outros projectos seus, e o blog ficou mais pobre.

No entanto acabei por ficar surpreendido pela satisfação que me dava estar sozinho no blog. Desde aí atinei um pouco e começou uma das épocas mais produtivas (e com as melhores críticas da minha parte, se querem que vos diga; nem vos aconselho que espreitem as mais antigas, são um absoluto terror) do QAENCEC.


Actualmente

Agora tenho prazos regulares de publicações, publico crónicas todas as semanas, incluindo de convidados, já fiz uma apresentação na minha escola, ainda que não directamente relacionada com literatura e até já se escrevem desmentidos a coisas que eu digo.

Parte importante deste percurso, mas que não tem absolutamente nada a ver com o blog, é que participei na Oficina de Escrita Fantástica da Trëma, durante a qual conheci um grupo de pessoas fascinantes, com as quais continuo a trocar textos, críticas e conversas.

Pelo caminho já colaborei com outros blogs e tornei-me mais ou menos num autor publicado (woohooo!). De certeza que me estou a esquecer de alguma coisa, mas acho que o mais importante está aqui.


Mais importante que isto tudo...

Só falta mesmo dizer qual é a minha motivação para andar há quase cinco anos a manter este blog e a perder muito do tempo com ele. Felizmente é fácil. Pela mesma razão que me fez aceitar o desafio da Alice, em 2009: partilhar as minhas leituras, contactar com outros malucos dos livros e incentivar à leitura e à descoberta.

Sucesso? Atrevo-me a dizer que sim! Agora fiquem com as minhas listas de vanglória pessoal e visitem sempre!



Publicações**

*O plural é esperançoso, vá.
**Ah, eu sabia que ia ter de passar a plural!

Colaborações noutros blogs


2 comentários:

Carolina disse...

toi tu e uma sigla gigante! anyway, tis cool!

Rui Bastos disse...

Agradecido :) Por acaso tenho muito orgulho na sigla, soa mesmo bem!